Transferências Intergovernamentais da União para os Estados: uma análise dos repasses fiscais e dos critérios de distribuição adotados no período 2007-2016 e uma proposta alternativa visando à equalização fiscal

Nome: Paulo Henrique Amâncio Reis
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 02/05/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Ana Carolina Giuberti Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Ana Carolina Giuberti Orientador
Luiz Francisco Cazeiro Lopreato Examinador Externo
Ricardo Ramalhete Moreira Examinador Interno

Resumo: O vigente modelo de transferências intergovernamentais da União
para os estados apresenta-se extensivo e complexo, em que se observam diversas composições, objetivos e critérios de distribuição. Por esta estrutura, as diferenças socioeconômicas interjurisdicionais tendem a ser mantidas ou reforçadas, as quais engendram desigual provisão de bens públicos no território. À vista dessa perspectiva, este trabalho tenciona propor e testar nova metodologia para os repasses fiscais capaz de equilibrar as condições de oferta pública entre os estados. O modelo proposto pauta-se na equalização fiscal, no qual se aprecia os preceitos da literatura do federalismo fiscal e se examina as condições e resultados dos países que aplicam este método. Neste propósito, a pesquisa apresenta os fundamentos da Teoria de Primeira e Segunda Geração do Federalismo Fiscal e suas contribuições acerca da equalização fiscal; analisa o resultado individual e conjunto de quinze transferências fiscais da União aos estados e concebe um modelo de equalização fiscal cabível perante as especificidades do sistema fiscal brasileiro.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910