Análise da produção Industrial do Espírito Santo: desempenho e previsibilidade utilizando combinação de previsões.

Nome: Rafael Morais Lopes
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 01/08/2013
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Gutemberg Hespanha Brasil Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Gutemberg Hespanha Brasil Orientador
Reinaldo Castro Souza Examinador Externo
Rogério Arthmar Examinador Interno

Resumo: O objetivo deste trabalho consiste em realizar previsões para o índice de produção física industrial do Espírito Santo de 2001 a 2013. Para a sua realização, inicialmente foi detalhada a metodologia de cálculo empregada pelo IBGE assim como os setores industriais relevantes ao índice. Após uma revisão histórica da industrialização capixaba, foram realizados previsões à seis passos para a indústria extrativa, a indústria de papel e celulose, indústria de metalurgia básica, assim como a indústria geral. Para cada setor industrial foram realizadas previsões através de modelo econométrico, ARIMA e Holt-Winters. Por fim, seguindo as ideias iniciais lançadas por Bates e Granger (1969), as previsões foram combinadas através de média simples, média ponderada pela variância dos erros e média ponderada por pesos obtidos com regressão. Pode-se avaliar que o uso de combinações aumentou a acurácia das previsões, reduzindo o MAPE em todos os setores avaliados assim como no índice geral da produção física industrial do Espírito Santo.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910