Concentração, Operacionalização e Rentabilidade Bancária no Brasil Pós-real

Nome: Flávia Félix Barbosa
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 12/12/2016
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Rogério Arthmar Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Alexandre Ottoni Teatini Salles Examinador Interno
Angela Maria Morandi Examinador Externo
Rogério Arthmar Orientador

Resumo: A presente dissertação tem como tema central as mudanças na concentração, na operacionalidade e na rentabilidade bancária no Brasil no período pós-Plano Real, propriamente entre 1994 e 2014. Para tanto, discute-se a importância do Plano Real, da liberalização financeira e da recente crise financeira internacional nas amplas transformações por qual passou o setor bancário brasileiro. A pesquisa se pauta numa abordagem teórico-empírica, à luz do referencial pós-keynesiano, para demonstrar a evolução da concentração e da estrutura operacional, tanto do lado das operações ativas como do lado das operações passivas. A análise de dados e indicadores sele¬cionados mostra que o setor bancário alçou patamares de concentração sem precedentes, além de manter um perfil operacional líquido e altamente rentável, apesar da redução da liquidez do setor e da rentabilidade dos bancos privados no período pós-crise. Isso foi possível, fundamentalmente, em razão das reestruturações propostas pelo governo e pelo Banco Central em face das dificuldades de boa parte dos bancos após a introdução do Plano Real e após os desdobramentos crise internacional, e do comportamento extremamente dinâmico dos grandes bancos nacionais.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910