Estimação da Curva de Phillips para a Economia Brasileira

Nome: Bruno Campanha Scardini
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 22/12/2017

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Edson Zambon Monte Examinador Interno
Luiz Claudio Louzada Examinador Externo
Robson Antonio Grassi Examinador Interno

Resumo: O trabalho possui como escopo a estimação econométrica de uma curva de Phillips para a economia brasileira dando ênfase a nova determinação da inflação brasileira pós-estabilização do regime de metas de inflação no período de janeiro de 2005 até dezembro de 2015 através do uso de regressões por MQO com o objetivo de captar eventuais modificações na determinação da inflação durante o período estudado. Em um primeiro momento é levantada uma breve introdução histórica a respeito da evolução teórica da curva de Phillips. Em sequência é realizado uma revisão da literatura a respeito da formulação teórica da modelagem novo keynesiana e logo em seguida é feito um levantamento da literatura empírica que testa os determinantes da inflação do brasil. Logo após, foi realizado a explicação da base de dados e sua colocação teórica na curva de Phillips assim como a estimação dos modelos. Os resultados empíricos obtidos neste trabalho apontam para uma elevada inércia inflacionária assim como uma modificação no trade-off entre desemprego e inflação, sugerindo que o Banco Central do Brasil deve apresentar mais cautela em utilizar esse canal para o controle do nível geral de preços.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910