A Inserção do Setor Siderúrgico na Economia Capixaba: Uma Análise de Insumo-Produto

Nome: Giani Claudia Setto
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 22/03/2004

Resumo: No início da década de 90 iniciou-se um movimento mundial para reestruturação do setor siderúrgico. Discussões referentes à reestruturação do setor siderúrgico ganharam importância crescente nos últimos anos. A necessidade de reestruturação do setor siderúrgico tornou-se imperativa em razão da abertura dos mercados e de sua estagnação. Um estudo a cerca do setor pode ser justificado pelo fato deste ser fornecedor de insumos a grandes indústrias como a automobilística e construção civil, bem como outros setores ditos termômetros da economia. Assim como outros países em desenvolvimento, o Brasil investiu, através do Estado, na construção de um parque siderúrgico visando atender tanto o mercado interno como o externo. Diante desse contexto, o setor siderúrgico também apresenta importância relevante para a economia capixaba, causando impactos consideráveis em termos de contratação local em algumas categorias, principalmente nas áreas de serviços gerais, manutenção, construção civil, transporte coletivo, dentre outros. Os objetivos desse trabalho foram portanto, analisar a inserção do setor siderúrgico na economia capixaba a partir de informações das Tabelas de Recursos e Usos de 1999 da FIBGE e das Contas Regionais do Brasil – Espírito Santo. Foi construída uma Matriz de Insumo-Produto (MIP) estadual e mensurado os efeitos de choques na demanda final do setor siderúrgico e demais setores na produção intersetorial capixaba do Estado do Espírito Santo, nível de pessoal ocupado e arrecadação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS, além do cálculo de índices de ligação do setor siderúrgico e demais setores da economia capixaba. O estudo foi implementado com base na utilização das Matrizes de Insumo-Produto que se constitui numa ferramenta poderosa quando se faz necessário o desenvolvimento de um estudo intersetorial em nível regional, em nível inter-regional ou em nível internacional; no caso desse trabalho, a região considerada foi o Estado do Espírito Santo. Os resultados do trabalho demonstram a importância do setor/atividade “Siderurgia” para a economia capixaba, principalmente pelos elevados efeitos multiplicadores na produção intersetorial, pois embora o setor siderúrgico no Estado do Espírito Santo seja considerado um setor concentrado na exportação, não tendo aparentemente grandes ligações com a economia capixaba, pelo fato também de importar a maioria dos seus insumos, este apresentou maiores impactos em relação aos demais setores. No tocante à geração de empregos, mesmo que a “Siderurgia” não tenha sido o setor mais importante, este ainda é capaz de estimular a geração de grande número de empregos em outros setores da economia. Os índices de ligação calculados corroboraram os resultados supracitados, permitindo identificar que o setor siderúrgico tem grande relevância, tanto em relação ao fornecimento como absorção de insumo, mantendo assim ligações com os demais setores, o que se conclui inequivocamente que a atividade “Siderurgia” é extremamente importante no contexto da economia capixaba.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910